Psicoterapia

Propõe-se a constituir uma experiência-resposta a um estado de sofrimento psíquico, com a qual o indivíduo não tem conseguido lidar de forma satisfatória; com o tratamento, buscará se empreender uma viagem pelo mundo interno do sujeito, em busca de explorar, tal como um arqueólogo, muitas vezes, as condições de sua história, seus relacionamentos, composições do seu percurso existencial, determinantes à construção de sua identidade, tal como este se posiciona atualmente diante de coisas que lhe são caras, de modo que possa elaborar um saber, único, singular, sobre si, como sujeito de desejo, para seguir a diante de maneira mais consciente, e com sensível disponibilidade subjetiva de elaboração, fazendo perder a consistência dos fundamentos de suas queixas, tomando para si a responsabilidade de viver a vida de um jeito que lhe seja próprio, impossível de ser reproduzido por outrem, segundo a singularidade do seu estilo, a partir de um comprometimento ético e franco a se estabelecer consigo mesmo.

Contempla todas as faixas etárias, com atendimentos realizados semanalmente, sendo normalmente uma vez por semana, sem duração pré-determinada para a conclusão do tratamento. Há diversas formas de tratamentos, quais sejam: individual, grupal, para famílias e casais.

SUBIR